Ônibus do Brasil: Conectividade em Curitiba

2011-03-24 Categorias: Case stories, Industry

Qualquer pessoa que vá ou volte do seu trabalho de ônibus sabe que essa não é a parte mais emocionante do dia. Mas o que aconteceria se o ônibus estivesse ligado a uma rede de banda larga móvel de alta velocidade, e que além de facilitar o acesso a seus dispositivos tornasse fácil o acesso a informação e a outros serviços relacionados? E se você morasse em Curitiba no Sul do Brasil? Porque em Curitiba, isto tudo já é possível!

Qualquer pessoa que vá ou volte do seu trabalho de ônibus sabe que essa não é a parte mais emocionante do dia. Mas o que aconteceria se o ônibus estivesse ligado a uma rede de banda larga móvel de alta velocidade, e que além de facilitar o acesso a seus dispositivos tornasse fácil o acesso a informação e a outros serviços  relacionados? E se você morasse em Curitiba no Sul do Brasil? Porque em Curitiba, isto tudo já é possível!

Curitiba é a primeira cidade no mundo a implementar uma nova solução HSBA (High Speed Packet Access) de transporte público desenvolvida pela Ericsson e pela Dataprom, um fornecedor brasileiro de soluções de transporte público.

Os 3.2 milhões de habitantes de Curitiba podem se beneficiar da solução Electronic Ticketing e Fleet Management Systems, a qual oferece um amplo leque de informações sobre a rota de ônibus da cidade para a URBS (Sociedade de Urbanização de Curitiba). URBS é a controladora de ônibus responsável pela operação e supervisão do sistema de transporte público da cidade.

Marcos Valente Isfer, presidente da URBS, explica que enquanto a solução atualmente está focada nos pagamentos das passagens de ônibus e informação de posicionamento, existe uma ampla gama de oportunidades para o futuro.

“Já que temos os ônibus conectados com banda larga móvel, agora somos capazes de implementar uma infinidade de soluções”, diz ele.

“Por exemplo, podemos informar às pessoas o tempo que terão que esperar para o próximo ônibus, oferecer comunicação direta sobre as campanhas públicas e serviços para os passageiros que estão no ônibus e também desenvolver um sistema de segurança no qual todas as imagens são armazenadas localmente e somente são enviadas quando forem requeridas ou quando for ativado um botão de emergência”.

O propósito geral do projeto é melhorar não somente o transporte público, mas também toda a cidade de Curitiba.

“Nosso objetivo é de ser um modelo de sustentabilidade. Com esta solução, podemos obter um melhor manejo da frota. Podemos reduzir o tempo que as pessoas passam no ônibus, o qual reduz as emissões de carvão e melhoram a nossa sustentabilidade”, conclui Isfer.

Comments