ericsson.com
Your location is listed as Global
Login

5G Readiness 2017: pesquisa da Ericsson aponta preparação das operadoras

5G Readiness 2017: pesquisa da Ericsson aponta preparação das operadoras
  • 5G Readiness 2017 é um estudo da Ericsson que compila os planos e as atividades das operadoras relacionados ao 5G
  • 78% dos entrevistados estão envolvidos em testes de 5G durante este ano, em comparação aos 32% do ano passado
  • Planos para monetizar o 5G envolvem a migração de assinantes do 4G para o 5G e a expansão para segmentos corporativos e industriais

Rumo ao 5G, a Ericsson (NASDAQ: ERIC) elaborou uma pesquisa denominada 5G Readiness, que demonstra como muitas operadoras estão se preparando – e de forma acelerada – para a nova tecnologia. O estudo apresenta um raio-x das atividades relacionadas ao 5G por parte das operadoras e apresenta dados relevantes: testes estão sendo realizados por 78% dos entrevistados, e 28% dos entrevistados esperam implementar o 5G no próximo ano.

A pesquisa também mostra que as operadoras desenvolveram ainda mais suas estratégias de negócios para os serviços 5G. Agora, elas estão olhando para além do segmento de consumidores e preveem oportunidades nos segmentos corporativos e também industriais.

Marcos Scheffer, vice-presidente de Redes da Ericsson no Brasil, explica: “Na pesquisa de 2016, 90% dos entrevistados apontaram os consumidores como o principal segmento em seu planejamento de negócios do 5G. Este ano, isso se divide em até três segmentos e as operadoras identificaram oportunidades de negócios, não apenas no segmento de consumidores, mas também com usuários corporativos e setores especializados”.

De acordo com a pesquisa, as operadoras estão percebendo que o mercado de consumidores está ficando saturado. Como resultado, o planejamento de 5G este ano está mais distribuído uniformemente entre segmentos especializados do setor de telecom (58%), usuários de negócios (56%) e consumidores (52%).

Os três principais segmentos que foram destacados pelos entrevistados foram mídia e entretenimento, automotivo e transporte público, mas muitos deles também consideraram saúde, bem como energia e serviços públicos, entre os setores mais atrativos para aplicações do 5G. A grande maioria dos entrevistados acredita que a Internet das Coisas desempenhará um importante papel, e que a colaboração de terceiros será essencial nesse contexto.

Em termos de monetização do 5G, os entrevistados acreditam que a receita adicional será gerada a partir da maior participação no mercado, migração de assinantes do 4G, preços mais elevados para novos serviços e pela expansão em novos segmentos corporativos e do setor.

Sobre a pesquisa: 50 executivos das áreas de negócios e técnica foram entrevistados em julho, e trabalham para 37 operadoras do mundo que anunciaram publicamente que estão trabalhando em 5G.

NOTAS AOS EDITORES

Se inscreva para receber todos os press releases da Ericsson aqui.

SIGA-NOS:

www.ericsson.com
www.twitter.com/ericssonbr
www.facebook.com/ericssonbr
www.youtube.com/EricssonBrazil
www.slideshare.net/EricssonLatinAmerica
www.flickr.com/photos/EricssonLatinAmerica/

MAIS INFORMAÇÕES EM:

Centro de Notícias

Luciana Leite, Comunicação Corporativa Ericsson - LATAM South
Fone: +55 11 2224-2018/ +55 11 94380-9382/ +55 11 99149-4950
E-mail: luciana.leite@ericsson.com

SOBRE A ERICSSON:

A Ericsson permite que os provedores de serviços de comunicações obtenham todo o potencial da conectividade. O portfólio da empresa abrange redes, serviços digitais, serviços gerenciados, negócios emergentes e é projetado para ajudar nossos clientes na digitalização, aumentando a eficiência e encontrando novos fluxos de receita. Os investimentos da Ericsson na inovação promovem os benefícios da telefonia e da banda larga móvel para bilhões de pessoas ao redor do mundo. A ação da Ericsson está registrada na bolsa de valores Nasdaq em Estocolmo e na NASDAQ em Nova York. www.ericsson.com

Na América Latina estamos presentes desde 1896, quando entregamos equipamentos pela primeira vez na Colômbia. No início do século XX aumentamos nossa presença na região ao firmar acordos na Argentina, Brasil e México. Hoje, estamos presentes em mais de 50 países da América do Sul, América Central, México e Caribe, com instalações completas, como unidade de Produção e Centro de Inovação com atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D), além de Centro de Treinamento. A Ericsson é a fornecedora líder do setor de telecomunicações com mais de 40% do mercado na América Latina e mais de 100 contratos de serviços de telecomunicações na região.