ericsson.com
Your location is listed as Global
Login

Programa Startup Indústria: inovação é o foco da Ericsson

Programa Startup Indústria: inovação é o foco da Ericsson
  • Ericsson é uma das 10 empresas escolhidas para participar do Programa Nacional Conexão Startup Indústria, da ABDI; e inovação é foco do projeto desenvolvido em parceria com startup
  • Startup selecionada, NearBee, tem 240 dias para desenvolver prova de conceito, além da fase de teste
  • Projeto a ser desenvolvido será voltado para a área logística e, se aprovado, poderá ser implementado dentro da Ericsson

A juventude que integra o corpo das startups tem ido muito além das oportunidades de empreendedorismo. Atrelar talento, criatividade e acima de tudo, inovação, tem feito do Brasil um pólo efervescente de aceleração de startups, que visam fomentar negócios, mas acima de tudo soluções capazes de transformar a forma como vivemos e nos relacionamos na esfera empresarial.

Com vistas a esse cenário, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) promoveu o Programa Nacional Conexão Startup Indústria e divulgou em julho a escolha da Ericsson (NASDAQ: ERIC) como uma das 10 empresas, de 100 inscritas, que farão parte do programa. Junto a ela, chega a NearBee, uma startup de tecnologia voltada para plataforma de internet das coisas (IoT), que concorreu entre mil startups até ser selecionada.

“Nossa proposta é desenvolver uma solução logística capaz de fazer o monitoramento da frota de caminhões por meio de uma simples pesquisa na internet, onde possamos enxergar nossa operação de uma única plataforma e que integre todas as informações possíveis, desde tráfego nas estradas a clima atmosférico, uma vez que isso interfere na condição de entrega e implementação dos nossos produtos nos sites dos clientes”, explica Denilson Santos, vice-presidente da unidade de produção e suprimentos de São José dos Campos da Ericsson.

O desafio foi compartilhado com a NearBee durante visita recente à fábrica, onde os estudos para a criação da plataforma já estão a todo vapor. Nessa fase, a startup tem 240 dias para apresentar uma prova de conceito à Ericsson que, após validar e dizer que atende as especificações, irá testar a solução até que o projeto seja então aprovado.

“Estamos orgulhosos pela escolha e por sermos parte importante desse projeto da Ericsson. Temos feito reuniões com o time de logística para entender a demanda e apresentar uma solução que realmente atenda às necessidades, mas que também leve o nome da NearBee como uma startup brasileira inovadora e eficiente, capaz de atender e entregar uma solução para os mais diversos tipos de necessidades”, comenta Felipe Fontes, fundador da NearBee.

Aos 32 anos, Felipe conta com entusiasmo que a NearBee nasceu em 2015 com a proposta inicial de ser um projeto social devido ao crescimento do número de violência contra a mulher. A ideia original, transformar um smartphone em uma ferramenta de defesa e proteção às mulheres – a partir do pedido de ajuda ou compartilhamento de localização em situação de perigo – levou à NearBee a perceber que poderia ser mais do que isso.

Assim surge o NearBee Ajuda e Proteção, primeiro aplicativo da startup e único que leva o próprio nome da empresa. Gratuito, ele é aberto para uso com o objetivo de promover o engajamento contínuo e crescente. “Recebemos investimentos que nos fizeram criar uma linha de negócios para impacto social. A partir daí, deixamos de ter uma plataforma de IoT não mais voltada apenas para a proteção das mulheres, mas capaz de oferecer soluções inovadoras para a segurança pública como um todo”, acrescenta Felipe.

Em Campinas, o aplicativo desenvolvido pela NearBee conecta pessoas desconhecidas em uma plataforma comunitária colaborativa: os usuários podem solicitar desde o velho e bom café, ao constatarem que o mantimento acabou, a acionar o símbolo de um sino vermelho, que significa emergência, e, por conseguinte, um pedido de ajuda / socorro.

Outros dois aplicativos - Emergência RJ e Tecla SAMU – fazem parte de um subproduto da NearBee, chamado "Emergência Digital", porém personalizamos para cada implementação, a exemplo do que já ocorre no Rio de Janeiro, a pedido do Governo Estadual; na prefeitura de Campinas e em outros quatro estados e sete cidades, que estão nesse momento em fase de implementação. Esses são aplicativos oficiais do 190 e 192, personalizados para que surdos ou pessoas em situações que não possam falar, consigam realizar um chamado de emergência para as autoridades.

A NearBee estará na Futurecom 2017, maior evento de telecom e TI da América Latina. No espaço de IoT destinado a startups, o time da NearBee mostrará um pouco da experiência em soluções com foco em segurança, além do seu potencial em IoT. Durante os quatro dias de evento, de 2 a 5 de outubro, Ericsson e NearBee estarão lado a lado demonstrando que incentivar a inovação e acelerar talentos está no DNA da empresa desde o seu surgimento, com a curiosidade de Lars Magnus Ericsson, conectando pessoas, em 1876.

NOTAS AOS EDITORES

Se inscreva para receber todos os press releases da Ericsson aqui.

SIGA-NOS:

www.ericsson.com
www.twitter.com/ericssonbr
www.facebook.com/ericssonbr
www.youtube.com/EricssonBrazil
www.slideshare.net/EricssonLatinAmerica
www.flickr.com/photos/EricssonLatinAmerica/

MAIS INFORMAÇÕES EM:

Centro de Notícias

Luciana Leite, Comunicação Corporativa Ericsson - LATAM South
Fone: +55 11 2224-2018/ +55 11 94380-9382/ +55 11 99149-4950
E-mail: luciana.leite@ericsson.com

SOBRE A ERICSSON:

A Ericsson permite que os provedores de serviços de comunicações obtenham todo o potencial da conectividade. O portfólio da empresa abrange redes, serviços digitais, serviços gerenciados, negócios emergentes e é projetado para ajudar nossos clientes na digitalização, aumentando a eficiência e encontrando novos fluxos de receita. Os investimentos da Ericsson na inovação promovem os benefícios da telefonia e da banda larga móvel para bilhões de pessoas ao redor do mundo. A ação da Ericsson está registrada na bolsa de valores Nasdaq em Estocolmo e na NASDAQ em Nova York. www.ericsson.com

Na América Latina estamos presentes desde 1896, quando entregamos equipamentos pela primeira vez na Colômbia. No início do século XX aumentamos nossa presença na região ao firmar acordos na Argentina, Brasil e México. Hoje, estamos presentes em mais de 50 países da América do Sul, América Central, México e Caribe, com instalações completas, como unidade de Produção e Centro de Inovação com atividades de pesquisa e desenvolvimento (P&D), além de Centro de Treinamento. A Ericsson é a fornecedora líder do setor de telecomunicações com mais de 40% do mercado na América Latina e mais de 100 contratos de serviços de telecomunicações na região.